22 de abr de 2013

Decorando com Arte: Fotografias na decoração

Oi, meus amores! Infelizmente a nossa Rah Oliveira não pode postar outra vez, pois está num período complicado de mudança... Ela pediu desculpas pelo transtorno, e é claro que nós entendemos. Por isso, para não ficarmos mais uma semana sem o Decorando com Arte, resolvi substituí-la essa semana com uma dica de decoração incrível: fotografias na decoração!
Fotografias são usadas nas decorações há muuuito tempo, e trazem um toque muito especial ao ambiente. Pode ser usada para trazer para a decoração um pouco da família que ali vive, ou simplesmente transmitir a arte de imagens mais clássicas, que trazem sofisticação, elegância, e até mesmo emoção ao lugar. Vamos conferir alguns exemplos?


Eu encontrei algumas dicas de como usar essas obras de arte da forma correta na decoração. As dicas são do blog Vamborarrumar. Confiram:


Respeite a altura


Quadros sobre móveis podem ficar 30 cm acima da mobília. Além de evitar batidas de cabeça, isso vai deixá-los na “altura dos olhos”, entre 1,50 e 1,70 cm do chão. (Usar a medida de 1,60 cm sempre dá certo!)







Centralize

Se o ambiente tem um móvel predominante, centralize o quadro por ele, não pela parede.





Alinhe

Quadros costumam ficar melhor quando alinhados – por cima, por baixo, pelo meio, escolha.



Alinhamento inferior...
Alinhamento central...
Alinhamento horizontal...
Alinhamento vertical..

Teste com papel

Recorte pedaços de papel kraft com o tamanho exato dos quadros – eles servirão como moldes. Depois disso agrupe os moldes na parede para iniciar a composição. Se não gostar, tente organizar mais uma vez até escolher a melhor posição para cada moldura.


DICA: Além de testar várias composições você pode marcar no próprio molde de papel o local onde você colocará o prego e marcá-lo na parede.

Instalação

Preguinhos normais dão conta dos quadros mais leves, mas não se esqueça de colar antes de fixar o prego um pedaço de fita crepe na parede – isso evitará que ela “estoure”.

Já os especialistas recomendam usar furadeira, bucha e parafuso (nº 6) se a moldura pesar mais de 4,5 kg. Se não quiser furar a parede, pode usar fitas fixadoras. Existem no mercado vários tipos, entre elas a dupla face e a de velcro. A primeira depois de aplicada não tem como ajeitar, já a segunda você pode tirar e recolocar o quadro. Agora ambas estarão coladas na parede e o risco de arrancar a pintura no momento da retirada das fitas é grande, cuidado!




Alguns conselhos úteis

A forma clássica de organizar os quadros em um ambiente é a seguinte:

1. Obras de arte de maior importância devem ocupar local de destaque, de preferência uma parede vazia, se essa obra tiver um tamanho grande e proporcional à parede;


2. Quadros atrás do sofá devem ficar centralizados e com o eixo a uma altura de 1,60 m, porém a pelos menos 30 cm do topo do móvel;




3. Obras pequenas devem ser agrupadas e organizadas em uma só parede. O ideal é criar um eixo e montá-las respeitando determinado critério (central, horizontal, vertical,etc);




4. Sobre um aparador, deixe pelo menos 20 cm de altura entre o quadro e o móvel.




5. Não sabe o que fazer com seus porta-retratos? Organize sua coleção sobre uma prateleira estreita, que deve estar a 1 m do piso. O bacana é que você pode reordenar as peças sem fazer sujeira. E sempre há um espacinho para uma foto nova. Esse arranjo fica muito bom em corredores e quartos;



Não tenha medo de misturar molduras, estilos e tamanhos. Quadros não precisam combinar entre si. Uma coleção de arte em uma sala, por mais modesta que seja, dá personalidade e charme ao lar. As obras precisam ser escolhidas pela afinidade e valor sentimental dos moradores, não exclusivamente pela função estética na decoração.



E aí, galera, gostaram? Eu amei, e com certeza vou usar as dicas na minha nova casa *-* Tchau!



Nenhum comentário:

Postar um comentário